A ORIGEM DOS PROCEDIMENTOS PERCUTÂNEOS NA COLUNA

Todas os procedimentos percutâneos póstero-laterais lombares, compartilham da mesma técnica descrita originalmente por Robertson; Ball (1935) e posteriormente aperfeiçoado por Craig (1956), para a realização de biópsia da coluna vertebral.

 

DISCOGRAFIA

Todos os procedimentos percutâneos transforaminais são precedidas por punção discal através do forame intervertebral pela técnica de discografia (figura 2).

A discografia consiste em puncionar o disco e injetar substância radiopaca no seu interior com o objetivo de se avaliar o formato do disco e o estado funcional (discografia provocativa).

A discografia foi utilizada durante muito tempo como método diagnóstico auxiliar da dor discogênica. Os estudos mais recentes mostram que a discografia provocativa realizada em disco normal é nociva e pode acelerar a sua degeneração. Por isso, existe tendência mundial em se abandonar a sua utilização com esse propósito.